quinta-feira, 31 de março de 2011

" Fraldas e fraldas "




Este é o título no jornal:O Globo,Caderno Economia,página 30,por Agostinho Vieira ,autor do blog " Eco Verde " .Ele fala sobre o uso ,os prós,contras e tbm um evento ,que será realizado no dia 23 de abril,em várias partes do mundo,inclusive no Brasil.
Descobri que sabia " costurar " em 2008. No primeiro dia,cortei muitas fraldas . De lá para cá,perdi as contas de quantas fraldas cortei e costurei. Normalmente as fraldas são doadas a instituições que necessitam,ou pessoas carentes.Contudo,ficou comum para mim,comprar tecido de fraldas e dar" fraldas de pano "quando a minha filha participa de algum " chá de bebê ". Na semana passada,dei meia dúzia de fraldas a um amigo que vai ser vovô ,que me perguntou :- Será que a minha nora vai saber usar ?Disse a ele ,que a nora poderia usá-las na hora de amamentar,segurar o bebê,etc.Pode parecer incrível,porém,no ano passado soube por um amigo que está difícil encontrar a venda " alfinetes de fraldas ",é mole ?
Ao meu amigo,expliquei as vantagens das fraldas de pano e ele me questionou sobre o " gasto com a água " ?Não tenho nenhuma resposta científica .Os meus filhos de 27 anos/25 anos ,usaram fraldas de pano. Na época,só usavamos fraldas descartáveis quando íamos passar o dia fora,viajar.Era um artigo de luxo e muito caro.
Deixo o assunto em aberto.
Gostaria de saber a sua opinião.
As fotografias foram feitas pelo meu marido.Estas foram as primeiras fraldas que fiz sozinha no sítio.
Visite:
oglobo.com.br/blogs/ecoverde

12 comentários:

Sônia Silvino disse...

Vamos ter que retornar a muitos hábitos antigos pelo bem da natureza, senão...
Admiro o teu trabalho, Mimi!
Beijoquinhas!

Bergilde Croce disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bergilde Croce disse...

Monique,apesar de estar aqui vibrando porque minha pequena abandonou de vez as fraldinhas,estou de acordo com a praticidade das fraldas descartáveis e não nego que foram as que usei nos meus filhos durante o Inverno,mas em tempos de calor usava as de pano(algodão)que ganhamos da família brasileira por serem menos agressivas à pele e por aqui vejo nos supermercados também o retorno delas com ofertas bem chamativas pros pais.E acredito que em tempos de crise conta muito as ofertas de preço que estão no mercado.
Abraços pra ti e bom fim de semana mimirabolantes.

Cancer de Mama Mulher de Peito disse...

Monique, ta aí, um debate para mais de metro.
De um lado a praticidade.
De outro o à agressão no ambiente, saiba que nos Estados Unidos, as fraldas descartáveis são o terceiro produto mais abundante nas lixeiras.
Há que se debater muito.
Amei a foto, parece a máquina Pé de Bodé, da minha avó, que lembrança boa você me trouxe.
Um bom final de semana.
Bjs.
wilma
www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

shan-Tinha disse...

que lindo Monique que vc faz isso!
como lembro dos varais, cheinhos delas balançando ao vento, depois passar uma a uma dos dois lados, dobrá-las e guardá-las, o chique, mesmo dando tanto trabalho, era ver a prateleira do guarda-roupa com elas perfiladas e cheirosas, lavadas com sabão de coco. Isso, entre cuidar da bb, amamentar, cuidar da casa e fazer os planos de aula. Era impossível não emagrecer "naturalmente" e rápido nos primeiros meses após o parto. Não me arrependo olhando para trás e relembrando esse tempo. Ah, as fraldas eram compradas e a maioria assim como vc fez, costuradas pela gente mesmo. Quem diz que prof. só sabe ser prof.???
bj natural com todo o frescor e cheiro de algodão!!!

Cacá - José Cláudio disse...

Muito pertinente, Monique (como sempre). Minha opinião é a de que para o uso racional da água já temos muitas propostas e soluções. Já para a decomposição das fraldas descartáveis e outros tantos produtos da mesma composição ou pior, ainda estamos engatinhando. É mesmo muito difícil convencer uma mãe ou pai modernos a usarem fraldas de pano. Eu ainda cito mais um ponto a favor: por mais que os fabricantes propagandeiem que não, as descartáveis ainda provocam assaduras e outras alergias. Abraços. paz e bem.

Su disse...

Mimi, consegui reorganizar o meu blog, havia perdido tudo. Já voltei a te seguir, admiro muito seu trabalho, se você puder me visitar e voltar a me seguir também vou ficar muito feliz. Beijos, Su www.educacaoinfantil-su.blogspot.com

Mimirabolante disse...

Oi,pessoal........estou de volta!!!Realmente este assunto dá muito o que pensar !Como disse,eu não tenho nenhuma base científica e a resposta certa,porém,que realmente as fraldas descartáveis devem ser mais danosas ao Planeta.....isso nós não temos dúvidas !!!!!Mil bjcas a todos e bom domingo.....

Meus blogs - Fernanda Rocha disse...

Oie Monique...pois é...é um assunto a se pensar...as duas formas tem seus lados bons e ruins..basta agora alguém ter a idéia de fazer um estudo sobre isso..seria interessante. Abraços.

Mimirabolante disse...

É ,mais tem um estudo que diz ,que as descartáveis são mais nocivas.....

andre disse...

comprei desse site http://www.mercadozets.com.br/ e gostei o site entrega rapido e com nota fiscal e garantia

tem berço eletronicos celulares tv notebook computador acessorios para carros brinquedos artigos infantis e muito mais

... tem mais de 2000 produtos
... ... ... ... ... ... ... ... ... ... .
FRALDA

http://www.mercadozets.com.br/ListaProdutos.asp?texto=Fralda&IDCategoria=110

artigos para bebe/infantil
http://www.mercadozets.com.br/ListaProdutos.asp?idCategoria=110

Mimirabolante disse...

Agradeço a informação André.....Um abraço,Monique