sexta-feira, 14 de outubro de 2011

BANDEJAS DE ISOPOR

A cada dia recebo emails com dicas inusitadas.
Recebi esta dica nova que aliás,vi outro dia na TV ,com um jardineiro japonês.
Devemos evitar trazer para casa alimentos acondicionados nestas bandejas de isopor .
Se algum alimento estiver em uma bandeja feita de fécula de batatas ou de amido de milho , não tem problemas pois elas serão facilmente absorvidas pela natureza.
Contudo,as bandejas de isopor são danosas ao meio ambiente e utilizadas de maneira indescriminada.
Confesso que na maioria das vezes eu realmente recuso ou quando não tem outro jeito,sou obrigada a trazer para casa.
Quando eu dava aula,procurava reutilizá-las trabalhando recorte e colagem com as crianças.Fazia algum artesanato,inventava alguma coisa.
Atualmente como estou aposentada só me resta guardar dentro de casa ou encontrar alguma solução.
Foi assim que vi na TV e no email:voce pega as bandejas pique em muitos pedacinhos e utiliza na drenagem dos vasos de plantas,ao invés de usar pedrinhas de argila.
Pela explicação no email , e na TV ,o isopor absorve a água , drenando mais e mofando menos a plantinha. Ainda não sei se existe alguma razão ou vantagem científica neste experimento.Por vezes fazemos algumas coisas por pura curiosidade.
Quem souber mais sobre este assunto,divida a história conosco.
Eu e meus leitores vamos gostar de saber mais sobre esta descoberta.
Beijocas
Monique
obs:a fotografia veio junto com o email e foi utilizada uma caixa de ovos de isopor

9 comentários:

Cancer de Mama Mulher de Peito disse...

Monique querida eu fiquei sabendo do desse projeto de Curitiba, achei interessante para dividir com o seu pessoal.
Além da reciclagem como matéria-prima, o EPS já está se tornando útil em outras áreas produtivas. Em Curitiba funciona uma usina que utiliza o isopor na construção civil. O produto substitui a pedra britada na fabricação de concreto leve (mistura de cimento, areia, cola e isopor). O EPS também será utilizado no processo de compostagem no solo em outro projeto desenvolvido na capital paranaense. "É fundamental conscientizar a população de que o isopor não é um produto poluente e que existem soluções fáceis para seu reaproveitamento", diz o diretor da Termotécnica e presidente Associação Brasileira de Poliestireno Expandido (Abrapex), Albano Schmidt.
Fonte: www.setorreciclagem.com.br
Beijinhos
Wilma
www.cancerdemamamulherdepeito@blogspot.com

Adriano disse...

Olá Mimira!!!
Muito legal este post sobre
a reciclagem, reutilização desses
materiais!
Vou tentar usar em alguns vasos
meus!
ATé!

Adriano.

Ver de Vida disse...

Mimirabolantes (Monique)

O Isopor (Poliestireno) não afeta o solo por poluição. Porém a sua composição básica (ar e plástico) ocupará muito espaço, mesmo se for fracionado. O ideal é divulgar a não utilização deste material, que é de difícil decomposição e satura o meio ambiente.

Grande abraço. Cláudio.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Foi um prazer ler este seu texto.
Saudações bloguistas.
Irene

Mimirabolante disse...

Obrigada pelas informações e também agradeço a presença de novos visitantes. Assim que for possível retribuo a visita....bjcas

Fernanda - Trilhas Culturais disse...

Monique!! Que posts maravilhosos são esses? Eu ameii a dica. Amo estar com "mil" vazinhos de plantas ao meu redor, mas a terra de dentro deles se vaiii embora cada vez q coloco água. E as pedrinhas que colocamos no fundo...bom essas ainda não procurei na minha city (e fora o fato de eu estar desempregada para compra-las), adorei tua dica. Tenho váriosssss pratos de isopor que estão juntando poeira na minha casa...ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiii! Bjocas!!! Ha! Mês que vem, quero voltar a falar em um blog sobre projetos sustentáveis...vou te avisar quando for ao ar. Bjuuu

Mimirabolante disse...

Valeu Fernanda......emos que dividir as novas descobertas....srsrsrsr...bjcas

Cristiane Iannacconi disse...

Ah! que dica maravilhosa, Mimi!
muito bom saber!

Mimirabolante disse...

kkkkk......bjcas